08
Fev 14

- Difícil vai ser pegar nela , levá-la lá para cima e conseguir que ela fique lá quietinha.

- Não faz mal.

Cá de baixo conseguia-se ouvir a Fofinha a roer os móveis e era um grande barulho! Não parecia estar muito contente!

Na verdade a Fofinha conseguira descobrir uma janelinha ao seu alcance e sem pesar duas vezes saltou, um grande salto, mas mesmo muito grande.

Felizmente ela caíra em cima de um montinho de folhas e não se magoara.

De repente apareceu o Fanico (um gato) que para meu grande espanto tinha uns grandes músculos, umas abdominais colossais e uma grande força, de cartão.

Claro que quando o observamo-lo achamos que tudo era verdadeiro.

- Olha o Fanico! – gritei para a Anabela – O quê que a Fofinha está a fazer?

Acho que está a cheirá-lo – respondeu a Anabela irónica, mudando logo a seguir essa expressão – E a comê-lo!   

- Quê?

- Olha ali!

Sim, lá estava a nossa coelhinha da Páscoa a roer vagarosamente um cartão delicioso, para ela claro.

- Miau – consegui ouvir do Fanico, que parecia meio triste e meio contente por tirar aquele peso de cima.

- Parece estar outra vez normal- falei eu – e espero que assim fique.

- Que cheiro é este?-perguntei.

 

 

 

          {#emotions_dlg.coimbra}

publicado por fadadafloresta às 13:01
tags:

Fevereiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO